segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

O Caminho do Abade

Dia perfeito para um percurso de qualidade...Ribeira de Pena no seu melhor! O sol a animar as hostes, frio q.b. e um percurso com umas cores outonais que não deixou ninguém indiferente. Bem "orientados" pelo nosso guia Daniel Cardoso, o percurso desenvolveu-se ao longo dos caminhos ancestrais entre a Igreja Matriz de Ribeira de Pena e a aldeia de Fríume. A visita à casa de Camilo Castelo Branco foi um dos pontos altos da actividade, que depois finalizou em Santo Aleixo, percorrendo-se as margens do Rio Tâmega. Com o Plano Nacional de Barragens, até quando estará este percurso disponível? Para terminar, um belo piquenique, algo que agradavelmente se tem realizado sempre que este animado grupo se reúne (fotos)

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Reconhecimento Rio Arado

Apesar da caminhada de cerca de uma hora (em sentido ascendente) e da pouca água, o Rio Arado demonstrou ser um rio de chamada "classe". O dia estava bom, a companhia ainda melhor e o Rio Arado proporcionava-nos cenários de qualidade. Provou ser um excelente rio para Canyoning e o desejo de lá voltar (com mais água) está presente. (fotos)

"A Imponente Serra da Freita"

Esta actividade de Interpretação Ambiental para Associados Montepio (e todos os seus acompanhantes) desenvolveu-se na Serra da Freita, com início no Parque de Campismo do Merujal. O grupo era grande, o dia quente e o percurso com um grau de dificuldade acima da média. Vários foram os pontos de interesse neste percurso, dos quais destaco a famosa Frecha da Mizarela, o Rio Caima (zona onde acabamos por almoçar) e a Ribeira da Castanheira. Em termos de fauna, não tivemos dos melhores dias uma vez que estava algum calor e assim, a "bicharada" prefere resguardar-se em locais frescos. Ainda assim, foi possível fazer-se a observação de alguns Piscos-de-peito-ruivo (Erithacus rubecula), Águia-de-asa-redonda (Buteo buteo), Ferreirinha (Prunella modularis) e Chapim-real (Parus major), entre outras. Mas, no entanto, o percurso valeu pela enorme beleza que proporciona  e, na minha opinião, houve um pormenor que deixou bastante feliz todos os participantes que foi todos terem concluído o percurso apesar do grau de dificuldade mais acentuado. Feito... (fotos)

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Ecológica, quem? Eu?: Quando a Mãe Natureza dá Amor...

Belo blogue Catarina...directo e útil!

Bom trabalho!!!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Questionário - "Recolha de Resíduos - Análise Custo-Benefício"

Este questionário enquadra-se num estudo a ser realizado no âmbito de uma tese de Mestrado. Se é residente no Município da Póvoa de Varzim e ainda não respondeu ao questionário, por favor responda ou então divulgue! Agradeço a sua colaboração!

Link para o questionário:
https://www.surveymonkey.com/s/residentes_povoa_varzim

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Thank you Rosenfeld's

Thank you Arie, Oranit, Meshi and Meytar! It was a pleasure and a great experience to meet you!

Finalmente: Rio Teixeira

Mais uma parceria Nicho Verde/CCP e desta vez o destino foi o célebre Rio Teixeira. O primeiro set de rapeis deixou-me a questionar o porquê deste rio ser um dos mais conhecidos e concorridos. O segundo set foi esclarecedor...cascatas e lagoas de beleza ímpar onde abunda uma água mais que apetecível e que propicia uns incríveis mergulhos. Belo rio...(fotos)

quinta-feira, 21 de julho de 2011

De volta ao Rio Lima

De volta ao Rio Lima! Apesar do menor caudal, a diversão esteve presente. A visita a Ponte de Lima, a vila mais antiga de Portugal, é sempre um prazer, principalmente quando somos brindados com um dia tão perfeito. No fim da actividade, como não poderia deixar de ser, o deleite com o típico Sarrabulho finalizou um grande dia! Muito bom…(fotos)

Obrigado/Thanks Marcus Naidu

Olá, o meu nome é Marcus Naidu. Sou estudante de Engenharia Mecânica de Vancouver, no Canadá e actualmente estou a fazer um estágio na Alemanha. Esta é a minha primeira vez na Europa por isso, tenho aproveitado para viajar o máximo possível. No mês passado, em Junho, viajei para o Porto para um fim-de-semana. Voei na sexta-feira e ia voltar na segunda-feira. Tinha três dias no Porto e não queria apenas ver a cidade e estar na praia o tempo todo. Então procurei onde podia alugar bicicletas de montanha e tentar sair da cidade por um dia. Não me lembro como foi, mas deparei com o site Nicho verde. No começo eu só pedia para alugar apenas a moto, mas o Nuno sugeriu que eu fosse com eles para Ponte de Lima onde eles iam realizar uma actividade de caiaque. Eu fui fazer um trilho de Btt ao longo do Rio Lima até a Ponte da Barca. Foi bom sair da cidade e ver o Portugal real. Mas em cima de tudo a melhor parte foi a hospitalidade do Nuno. Ele é de longe uma das pessoas mais genuinamente simpáticas que conheci. Eu fiquei a conhecer muito sobre Portugal através dele tornando este dia tão divertido. Também fiquei a conhecer um divertido grupo de pessoas que estavam a fazer a actividade de canoagem. Se você estiver no Porto e quiser fazer algo divertido e activo e ao mesmo tempo conhecer o Portugal real, eu recomendo isto para você! Nuno, se algum dia vieres ao Canadá, a minha porta estará sempre aberta para você...


Hey my name is Marcus Naidu. I’m a Mechanical Engineering student from Vancouver, Canada and currently been doing an internship in Germany for the past year. This was my first time in Europe so I took on this opportunity to travel as much as I can. Last month, in June I came to Porto for a weekend. I fly in on Friday and was going back on Monday. I had 3 days in Porto by myself and I didn’t wanna just see the city and lay on the beach the whole time. So I looked up places where I can rent mountain bikes and try to get out of the city for a day. I don’t remember how but I stumbled upon the Nicho verde website. At first I only asked to rent just the bike but Nuno suggested that I tag along with them to Ponte de Lima where he was taking a kayaking trip. There was a mountain biking track along the river to Ponte da Barca. It was nice to get out of the city and see the real Portugal. But on top of all this the best part was the hospitality of Nuno. He is by far one of the most genuinely friendly person I have met.  I got to know alot about Portugal from him and made this day out so much fun. I also got to meet a great bunch people who were doing the kayaking. If you are ever in Porto and want to do something fun and active while at the same time getting to see the real Portugal, I would strongly recommend this to you! And Nuno is you’re ever in Canada, my door is always open to you...

Marcus Naidu

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Actividade Glassdrive

No passado dia 11 de Junho realizou-se, junto à Barragem da Aguieira, o Congresso Anual da Glassdrive onde o Nicho Verde, em parceria com esta entidade, organizou um dia de Multiactividades. Na escolha do local, a Glassdrive não poderia ter estado melhor. Mesmo junto à Barragem da Aguieira, o Montebelo Aguieira Lake Resort & Spa reúne condições excelentes para quem quer passar uns dias de tranquilidade bem complementados com uma envolvente paisagística de extrema beleza. A todos que se aventurem para aquela zona do país, visitem pois a escolha é acertada. Quanto à actividade, diversão para todos os gostos e disponibilidades físicas onde imperou a boa disposição e diversão. Uma palavra de apreço para toda a organização da Glassdrive (representada por Carla Caldeira e Diana Pereira), cuja enorme logística não foi fácil de concretizar (Fotos)

ps. um obrigado ao grande Javier Mendez

terça-feira, 21 de junho de 2011

Canyoning no Rio Bestança

Como já tem sido hábito nos últimos anos, a época de Canyoning iniciou-se com mais uma parceria entre o Nicho Verde e o Clube de Campismo do Porto (CCP). O cenário escolhido este ano foi o Rio Bestança na Serra de Montemuro. Considerado um dos rios mais limpos da Europa, o Rio Bestança apresentou-se ainda um pouco frio mas com uma envolvente única devido à sua vegetação verdejante que envolve todo o seu percurso. E como estavamos na Serra de Montemuro, a visita à Gralheira e ao Recanto dos Carvalhos era quase obrigatória...e foi! Belo dia.....(fotos)

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Arik Rosenfeld (Ph.D.) Parcerias e Colaborações / Partnerships and Collaborations

Olá, o meu nome é Arik Rosenfeld e eu sou um ecologista de Israel. O meu principal interesse profissional é a Ecologia Espacial. Ecologia Espacial examina as relações entre os animais e seu habitat como a selecção dos habitats naturais, o movimento dos animais selvagens e interacções humano-animais selvagens. Sou um consultor privado em ecologia, trabalhando com organizações de conservação da natureza em Israel como o Ministério da Protecção do Ambiente e a Autoridade de Parques e Sociedade de Protecção à Natureza.


Escrevo este texto porque vou estar de visita a Portugal em Agosto deste ano e espero criar colaborações com organizações Portuguesas. Israel e Portugal apresentam muitas semelhanças. Ambas têm clima mediterrâneo e algumas espécies de plantas e animais selvagens, como javalis, são comuns. Acho que Portugal é um país fascinante com o qual eu posso aprender muito e para o qual eu posso trazer o meu próprio conhecimento e experiências em benefício da conservação da natureza e do ambiente de ambos os países.

Como Ecologista Espacial alguns dos meus principais instrumentos de comércio são Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e Sensoriamento Remoto (RS). Os SIG são programas de computador que permitem o mapeamento e análise da área de estudo. Esses programas permitem que o pesquisador possa analisar diversos parâmetros ambientais, como topografia, vegetação,etc, e estudar a sua influência sobre as espécies em estudo. Sensoriamento Remoto é uma técnica que permite mapear elementos sobre a terra através de fotografias aéreas e imagens de satélite. Usando estas ferramentas é possível criar mapas de vegetação detalhados, mapas detalhados da actividade humana tais como estradas e edifícios. Pode-se usar também imagens do passado e olhar para as mudanças no ambiente. Você pode visitar o meu site http://www.ecolo-gis.com/ para ver como eu usei essas ferramentas no passado.

Durante os últimos 20 anos tenho realizado e participado em diversos estudos sobre várias espécies de animais selvagens: javalis, veados, gazelas, elefantes e pequenos mamíferos como Apodemus e musaranhos.

Na minha visita a Portugal em Agosto, gostaria de conhecer e colaborar com as pessoas e organizações interessadas em vida selvagem, da silvicultura e ecologia, que podem beneficiar do meu conhecimento e experiência com Sensoriamento Remoto, GIS e ecologia. As partes interessadas são convidados a contactar-me através de: arik@ecolo-gis.com.

Até Agosto
Arik Rosenfeld (Ph.D.)







Hi my name is Arik Rosenfeld, and I am an ecologist from Israel. My main professional interest is in Spatial Ecology. Spatial ecology examines the relationships between animals and their habitat looking at issues such as wildlife habitat selection, wildlife movement and human-wildlife interactions. Today I am a private ecological consultant, working with nature conservation organizations in Israel, such as the Ministry of environmental protection, the Parks Authority and the Society for Nature Protection.


I am writing to you because I will be visiting Portugal this August and I hope to create collaborations with Portuguese organizations. Israel and Portugal has many similarities. Both have Mediterranean climate and ecosystems. Some species of plant and wildlife, such as wild boars, are common. I think that Portugal is a fascinating country in which I can learn a lot and to which I can bring my own knowledge and expertise for the benefit of nature conservation and the environment in both countries.

As a spatial ecologist some of my main tools of trade are Geographical Information Systems (GIS) and Remote sensing (RS). GIS are computer programs, which enable mapping and analysis of the study area. These programs enable the researcher to examine many environmental parameters, such as topography, vegetation etc. together and study their influence on the species of study. Remote Sensing are techniques that enable mapping elements on the earth using aerial photographs and satellite images. Using these tools it is possible to create detailed vegetation maps, detailed human activity maps – such as roads and buildings. One can also use past images to look at changes in the environment. You can look at my website http://www.ecolo-gis.com/ to see how I used these tools in the past.

During the past 20 years I have conducted and participated in many studies on various wildlife species: wild boars, deers, gazelles, elephants, and small mammals such as Apodemus and shrews.

On my visit in August to Portugal I would like to meet and collaborate with people and organizations interested in forestry, wildlife and ecology who can benefit from my expertise and experience with remote sensing, GIS and ecology. Interested parties are invited to contact me at: arik@ecolo-gis.com.

See you in August
Arik Rosenfeld (Ph.D.)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Canoagem no Rio Lima

Apesar da água ainda um pouco fria, o dia foi perfeito. Mergulhos, kayaks virados, diversão e companheirismo completaram o "ramalhete". Com certeza a repetir (fotos)

segunda-feira, 7 de março de 2011

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Pelos Caminhos da Serra d'Arga

No passado dia 10 de Outubro de 2010, o Nicho Verde, em parceria com o Montepio realizou mais uma actividade de Interpretação e Educação Ambiental. A caminhada iniciou-se pela manhã, na aldeia de Montaria. O trilho realizado totalizou cerca de 10km de extensão, os quais permitiram o contacto com diversos habitats naturais, semi-naturais e rurais da região. Parte do Percurso acompanhou o vale do rio Âncora, sendo caracterizado por uma mistura de vegetação autóctone, essencialmente representada por exemplares de carvalho-alvarinho (Quercus robur) e amieiro (Almus glutinosa), e vegetação introduzida, essencialmente para produção florestal, como é o caso do eucalipto (Eucalyptus globulus) e o pinheiro-bravo (Pinus pinaster). Entre as espécies de aves observadas destacam-se várias espécies de chapins, entre os quais o chapim-real (Parus major), o chapim-carvoeiro (Parus ater) e o chapim-de-crista (Parus cristatus). Foi também possível observar e ouvir outras espécies como o Pisco-de-peito-ruivo (Erithacus rubecula), Toutinegra-de-cabeça-negra (Sylvia melanocephala), Toutinegra-de-barrete-negro (Sylvia atricapilla) e o Gavião (Accipiter nisus).Dos restantes grupos de vertebrados, observou-se lagartixa-ibérica (Podarcis hispanica), rã-verde (Rana perezi) e rã-ibérica (Rana iberica). O ponto alto das observações de fauna foi a detecção de dois exemplares de Salamandra-lusitanica (Chioglossa lusitanica), uma espécie de anfíbio classificada como vulnerável no Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal, apenas presente no noroeste da Península Ibérica. Este pequeno animal ocorre associado a habitats ripículas de ribeiros de montanha, onde predomine a vegetação densa e rochas cobertas com musgo. (Fotos)