segunda-feira, 24 de maio de 2010

"Não há duas sem três"

“Quem corre por gosto não cansa” e as viagens ao Rio Frades são um belo exemplo deste famoso ditado português. A hora já era um pouco tardia, o calor apertava e o caminho até ao inicio do rio começava a custar…o esmorecimento começou a apoderar-se de nós! Felizmente, encontramos a melhor forma de voltar a impulsionar os ânimos…a água fresca, límpida e cristalina do Rio Frades! A alma revigorou-se e o calor e cansaço rapidamente foram esquecidos, sendo substituídos pelo divertimento e sensação de bem-estar. Mais uma vez o Frades “cumpriu o seu dever”, proporcionando-nos momentos de extrema satisfação com as suas belas cascatas e lagoas. Ficam aqui alguns dos momentos vividos e a sensação de que “Não há duas sem três”…

4 comentários:

  1. Deve ser uma excelente terapia, banharmo-nos nas límpidas águas do Frades.

    abraços,
    Osvaldo

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida caro Osvaldo...terapêutico e purificante!


    Abraço

    Nuno Quidiongo

    ResponderEliminar
  3. Agradeço a vossa visita ao meu blog. Um abraço para vocês.

    ResponderEliminar